terça-feira, 11 de outubro de 2011

Fígado acebolado em iscas

Imprimir postagem
Tem dias que tudo que mais desejo é comer um belo prato de arroz com feijão acompanhado de uma carne bem temperadinha e uma salada... Aposto que também seja o desejo de muita gente que normalmente almoça fora de casa. 
Hoje, para acompanhar meu arroz com feijão resolvi preparar iscas de fígado que ficaram uma delícia!!!


O preparo é bem simples. O segredo está na hora de fritar o fígado para que o mesmo não fique parecendo uma borracha...

Ingredientes:
  • 500g de fígado bovino cortado em bifes;
  • Suco de 1 limão;
  • 2 dentes de alho amassados;
  • Vinagre;
  • Sal; 
  • Pimenta do reino moída na hora;
  • Cominho;
  • Colorau;
  • 3 colheres (sopa) de óleo;
  • 1 cebola média cortada em fatias finas;
  • Molho shoyo.
Preparo:

Corte o fígado em bifes e regue-os com o suco de limão para tirar o cheiro característico. Escorra o líquido que irá se formar. Em um recipiente com tampa coloque os bifes e tempere com alho, vinagre, sal, pimenta do reino, cominho e colorau. Não coloque muito sal neste momento por conta do shoyo que irá na hora da fritura e também porque faz com que a carne solte muito líquido. Deixe marinar por uns 30 minutos na geladeira. Depois de marinados, corte os bifes em tiras.
Aqueça uma panela (de preferência anti-aderente) e coloque o óleo. Quando o óleo estiver bem quente, jogue as iscas de fígado. Se a panela estiver bem quente a carne vai selar rapidamente, não soltará líquido e não deixará o fígado feito borracha. Quando o fígado começar a dourar, acrescente  um pouco de molho shoyo e a cebola fatiada. Deixe a cebola murchar e pegar um tom dourado sem queimar. Se necessário, corrija o sal.

Obs.: Coloquei os temperos a olho... mas para essa quantidade de carne utilizei mais ou menos: 3 colheres (sopa) de vinagre; 1 colher ( café) bem cheia de sal; 1 pitada de pimenta (já que não gosto muito); 1 colher (sopa) rasa de colorau; 2 colheres (café) rasas de cominho.

10 comentários:

  1. quanto de vinagre, cominho e coloral para temperar? to aprendendo a cozinhar agora e nao sei nada. obrigado. thiago leite

    ResponderExcluir
  2. Adorei as dicas para o fígado não emborrachar. Adoro fígado acebolado. Hummmm...


    Bjos Luzia

    ResponderExcluir
  3. Oi, Van! Eu queria saber se você tem uma receita para tempero caseiro pernambucano do tipo que a gente possa guardar por mais tempo? Tenho a vida um pouco agitada e os temperos prontos são muito práticos!

    ResponderExcluir
  4. Oi Cristina! Desde já agradeço a sua visita...

    É muito bom mesmo ter um tempero já pronto para facilitar a vida! A receita que uso é a seguinte:

    50g de alho;
    125g de cebola;
    1 molho (pequeno) de coentro e cebolinha verde;
    1/2 pimentão verde;
    500g de sal.

    Bato o alho, a cebola, o pimentão, o coentro e a cebolinha no liquidificador. Passo essa pasta para uma tigela e misturo o sal. Coloco em um recipiente com tampa e conservo na geladeira.

    Uso essa receita para temperar feijão e carne bovina (ainda acrescento na hora do preparo cominho e colorau).

    Para peixe assado no forno, só uso essa pasta e um fio de azeite.

    Obs.: Use em pequenas quantidades para não correr o risco de salgar o alimento!

    ResponderExcluir
  5. Van Adorei a dica para o figado não emborrachar dica simples e muito eficiente, Parabéns....
    ...meu Figado ficou ótimo essa era a dica que precisava.
    Obrigada
    Grande abraço e sucesso.

    ResponderExcluir
  6. Amei . vou fazer meu fígado bovino agora . bjs

    ResponderExcluir
  7. hum pronta para ir a cozinha fuiiiiiiiiiiiiiii

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo blog, amei essa receita e acabei de fazer para o almoço. Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  9. Acabei de fazer para o almoço, parabéns pelo blog, Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  10. esse figado promete precisava muiiito dessa receita

    ResponderExcluir

Fico muito feliz em receber seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...